Filarmônica 5 de maio: baluarte da música instrumental de Pedras de Fogo

[14:04, 5/11/2018] Jairo: A “Filarmônica 5 de maio” teve sua fundação em 03 de abril de 2014 e há quatro anos vem desenvolvendo um trabalho cultural, no campo da música, de fundamental importância. Pedras de Fogo nunca teve uma banda de música no decorrer da sua história, sendo a 5 de maio a pioneira. Sabe-se que o município vizinho (Itambé-PE) tem uma das bandas mais antigas do Brasil, a honrosa “Pedra Preta”, mas faltava algo caracteristicamente pedrafoguense, genuinamente da cidade.

Foi aí, nesta lacuna e diante dessa necessidade, que um amante da música instrumental teve a ideia de criar nossa banda, seu nome é José Maria Torres de Mendonça: popularmente conhecido como “Zeca Torres”.

“Desde os oito anos de idade que eu amo a música instrumental, é algo que faz parte da minha vida. Por ver a Pedra Preta ao lado e notar que faltava a Pedras de Fogo sua banda própria, tive a ideia de criar o que hoje já está na realidade há quatro anos. Mas eu não tinha condições de criar uma banda sozinho, sem apoio. Para tanto, procurei o Prefeito Dedé Romão e apresentei o projeto e ele, sensível à causa cultural, aceitou prontamente, dando total apoio à 5 de maio até o momento.” Afirmou Zeca Torres.

A prefeitura dá total apoio à banda, sede, subvenção para pagamento dos três professores e do maestro, transporte, no que a sociedade musical precisa para existir. “É um projeto que possibilita o desenvolvimento dos músicos da terra, que potencializa os talentos do município, pois a filarmônica funciona como escola de música”, mencionou o Secretário de Cultura, Alisson Quirino.

A banda dispõe de 32 músicos, sendo 03 professores formados na área, um deles mestrando, e um maestro, Maksuel Cardoso. Além do auxílio da prefeitura, a Filarmônica conta com a colaboração dos associados e de empresários benfeitores como o Armando Klabin e a Maria Barbosa de Matos, além de empresas: Café São Braz e Usina Olho D’água.

Eu sou um apreciador de música e é uma satisfação colaborar com este projeto encabeçado por Zeca Torres. A banda oferta aos filhos da cidade uma oportunidade deles desenvolverem habilidades nesta área de música instrumental, tão importante para nossa cultura, para a vida dos jovens que fazem parte da Filarmônica. Nossa administração continuará apoiando a 5 de maio, pois acreditamos que a cultura é um dos meios de cuidar das pessoas, afirmou o prefeito Dedé Romão.

O nome da banda é uma homenagem à cidade, trata-se da data de emancipação política do município, ocorrida aos 05 de maio de 1953. Frequentemente a 5 de maio apresenta-se à população local em espaços e eventos públicos: desfile cívico, praças, parques, comemorações oficiais.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

code