Alunos do CAPS encerraram suas atividades educacionais

A educação é um direito de todo e qualquer cidadão, sendo dever do Estado ofertar a população.

Por muito tempo as pessoas que possuem distúrbios psiquiátricos foram tratadas diferentemente, postas na margem da sociedade, jogadas nos manicômios e esquecidas… apagadas do imaginário social. Eram excluídas.

Graças a Deus esta concepção vem mudando. Fruto de uma luta árdua para inserir essas pessoas (seres humanos como nós) na sociedade, o CAPS tem por missão cuidar dessas pessoas dentro do panorama social, com elas dentro da realidade familiar, do meio cidadão.

Com o intuito de inserir e socializar cada vez mais, o CAPS e a Secretaria de Educação do município firmaram parceria para que os usuários do serviço pudessem participar do processo educativo.

Matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Colégio Municipal Waldecyr Cavalcante de Araújo Pereira, essas pessoas cursaram os ciclos da modalidade e puderam ter acesso ao ensino.

Mais do que educar, a sociabilidade dessas pessoas melhorou, as concepções de mundo delas e de suas famílias mudaram, pois sentiram que fazem parte do todo social, que são cidadãs.

Com festa, alegria, descontração o ano letivo desses alunos especiais foi encerrado e nós sentimos que estamos construindo uma cidade cada vez melhor.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

code