Marco na História Musical, “Café Cultural: Som Vital” tem estreia esplêndida

Ontem (05), a população teve a estreia de um projeto inovador, bacana demais, que movimentou os apreciadores da música da cidade de Pedras de Fogo.

Em clima de contemplação e nostalgia, o público teve acesso ao primeiro “Café Cultural: Som Vital”.

“Idealizado pela Secretaria de Cultura, o projeto tem como objetivo oferecer músicas clássicas, imortais, que independente da atualidade ou não fazem o público pensar, curtir e contemplar a arte musical”, disse o Secretário da pasta, maestro Alisson Quirino. Alisson é músico de formação e tem uma vasta experiência na área, sendo ele o principal idealizador do Café Cultural: Só. Vital.

Na abertura desta novidade cultural, a Secult realizou um tribuno à banda Legião Urbana, um grupo que marcou época, que ainda encanta os fãs e apreciadores da boa música.

O sucesso do evento está evidente, dezenas de pessoas compareceram para ouvir, conversar, se divertir com o “Som que é Vital”.

Segundo Pedro, que esteve presente na abertura, “é louvável esta atitude da Secretaria de Cultura de Pedras de Fogo. Precisamos de um espaço como este, onde podemos apreciar uma boa música, tendo oportunidade de alternar o que é escutado por aí”.

Para a banda Som Vital, que fez o tributo à Legião Urbana: é muito gratificante poder participar deste marco na música da cidade. Para nós é uma honra interpretar Renato Russo e Companhia, uma banda histórica.

O projeto ainda deu oportunidade às empreendedoras locais, que puderam vender produtos durante o evento.

E já tem um tributo a Cazuza em vista. Pela noite de ontem, será mais um Café Cultural tocando o Som que é Vital para o ser.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

code